Policiais libertam gestante mantida refém por dívidas do tráfico de drogas

Os policiais receberam novas informações, de que nas proximidades do cativeiro da vítima, em um terreno repleto de mato, ainda teria mais entorpecentes enterrados

Policiais militares libertaram uma mulher gestante que era mantida de  refém por dois homens e desenterraram porções de pasta base e cocaína, entre sexta- feira(29.01)e sábado(30), em Barra do Garças. Três suspeitos foram presos e uma arma de fogo foi apreendida na ação. 

Na noite de sexta- feira, por volta das 18hs, a Polícia Militar recebeu uma denuncia via 190 de que havia uma gestante mantida em cárcere privado e que na residência teria uma grande quantidade de entorpecentes, no bairro Santo Antônio. 

De imediato, os policiais localizaram o imóvel e a mulher que estava trancada na casa com mais três homens. A vítima gestante disse que estava na casa, quando os suspeitos disseram que ela não sairia de lá até o seu marido quitar  a dívida de droga dele. A gestante relatou ainda que passou a ser vigiada por dois homens na casa e estava proibida de deixar o local. 

Os três suspeitos foram abordados pelos policiais e presos, dentre eles, o proprietário da residência, no quintal do imóvel, a PM desenterrou duas balanças de precisão, provavelmente utilizadas para o tráfico de entorpecentes. A mulher foi liberta e os suspeitos foram conduzidos à delegacia. 

No dia seguinte, sábado(30), os policiais receberam novas informações, de que nas proximidades do cativeiro da vítima, em um terreno repleto de mato, ainda teria mais entorpecentes enterrados.

A PM voltou ao bairro e encontrou o local apontado, onde a polícia desenterrou diversas 19  porções de pasta base,28 munições cal 38, papel filme e porções de cocaína.  Todo o material foi apreendido e entregue à Polícia Judiciária Civil. 

COMPARTILHAR ESSA MATÉRIA:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *