Policiais militares e civis de MT e RO prendem quadrilha e frustram roubo de aviões

Os suspeitos de Rondônia haviam planejado roubar aviões em Guarantã do Norte

Em apoio à ação integrada “Operação Beiradeiros II ” da Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso e Rondônia, o Batalhão Rotam e Bope da PMMT, frustraram a atuação de integrantes de uma quadrilha especializada em roubo de aviões, na tarde de sexta-feira (15.05), em Guarantã do Norte. Dois homens e uma mulher foram presos e uma pistola Glock, um simulacro de fuzil e munições foram apreendidos com os suspeitos.

Durante a operação, uma equipe da Rotam recebeu informações de que cinco integrantes da quadrilha estariam no município em uma caminhonete Hilux. Os suspeitos, que são do Estado de Rondônia, planejavam roubar aeronaves de asa fixa (avião) na região.

Por volta das 17h, os policiais militares em rondas pela cidade de Novo Mundo visualizaram indivíduos em uma caminhonete Hilux estacionada em um posto de combustível. No carro havia um casal, que ao serem abordados, disseram que aguardavam um depósito de R$ 500 cair na conta da proprietária do estabelecimento, mas foram reconhecidos como integrantes do grupo criminoso.

Eles confessaram aos policiais que outro comparsa da quadrilha estaria aguardando em um matagal na saída da cidade e que após abastecer, iriam voltar para Rondônia. O casal foi detido e os policiais acionaram mais equipes da Policia Militar do 15 º Comando Regional, Bope, policiais civis de Mato Grosso e do Estado vizinho para cercar o local  e localizar  o terceiro integrante da quadrilha.

O suspeito ao perceber aproximação dos policiais, tentou fugir efetuando vários disparos de arma de fogo contra os policiais, mas foi preso em flagrante.

Com ele, os policiais apreenderam uma pistola Glock 9mm, dois carregadores de arma de fogo e 16 munições.

O homem preso junto com a mulher na caminhonete acabou confessando que havia escondido um simulacro de fuzil M16 antes de sair de Guarantã do Norte. Uma caminhonete com placa de Teixerópolis, município rondoniense, foi apreendida na ação.

A polícia localizou o simulacro e prendeu os três suspeitos por porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa, resistência e desobediência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *