Por falta de testes, número de casos de coronavírus em Cuiabá pode ser 4 vezes maior que o registrado, diz secretário

Cuiabá registra 92 casos da Covid-19. Em todo o estado, já são 174 casos confirmados.

Secretário Luiz Antônio Possas estima que número de casos na capital é quatro vezes maior que o registrado — Foto: Davi Valle/Prefeitura de Cuiabá

O número de casos do novo coronavírus em Cuiabá deve ser quatro vezes maior que o já registrado pelas secretarias de Saúde municipal e estadual. A falta de testes rápidos é o principal motivo pela demora no diagnóstico da doença nos pacientes, segundo o secretário municipal de Saúde, Luiz Antônio Possas de Carvalho.

Conforme o último balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), nesse domingo (19), Cuiabá registrava 92 casos da Covid-19. Em todo o estado, são 174 casos confirmados.

No entanto, Possas estima que o número de pessoas infectadas em Cuiabá varia entre 400 e 500.

“É que a testagem é pequena. O Brasil, em geral, não tem testes suficientes, por isso, esse número é baixo. Cuiabá já adquiriu os kits de testes rápidos, mas não chegaram ainda”, explicou.

De acordo com a Prefeitura de Cuiabá, foram adquiridos 30 mil testes rápidos da China. Os materiais devem ser destinados aos exames em profissionais da Saúde.

Segundo o secretário, a vantagem do teste rápido é a agilidade na apresentação do resultado, levando no máximo 30 minutos para que a análise seja realizada.

Luiz Antônio afirmou que, desde o início da pandemia, Cuiabá comprou equipamentos de proteção aos profissionais e equipou os hospitais para atender pacientes com Covid-19.

“A doença é forte, mas se tiver leitos de UTI é possível tirar o paciente do estágio grave”, ressaltou.

O secretário disse ainda que o pico da doença deve ocorrer entre o fim deste mês e o início de maio.

Fonte: G1

One thought on “Por falta de testes, número de casos de coronavírus em Cuiabá pode ser 4 vezes maior que o registrado, diz secretário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *