Por vacinação em massa, Senado prorroga trabalhos da Comissão da Covid-19 em 120 dias

Relator da CT, Wellington Fagundes destaca que resultados começam a surtir efeitos tanto em vacinação como na proteção da economia e dos empregos

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira, 29, o requerimento de prorrogação — por mais 120 dias — do funcionamento da Comissão Temporária da Covid-19. Presidida pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO), essa comissão tem o objetivo de acompanhar as ações de enfrentamento à pandemia. O requerimento foi subscrito pelos senadores Wellington Fagundes (PL-MT), Esperidião Amin (PP-SC); Styvenson Valentim (Podemos-RN); Marcelo Castro (MDB-PI); e Izalci Lucas (PSDB-DF).

Relator da CT, Wellington Fagundes disse que a decisão pela prorrogação foi tomada de comum acordo entre os senadores titulares e suplentes e que, apesar dos números elevados de infectados e mortes, os esforços começam a surtir resultados. Segundo ele, a solução perseguida pela comissão é uma só: a vacinação em massa da população. 

“Infelizmente, nos deparamos com uma difícil realidade, que é falta de vacinas. Não apenas no Brasil, mas em todo mundo. Apelamos aos organismos internacionais, exercemos a diplomacia parlamentar, procuramos todos aqueles que pudessem nos ajudar a trazer vacinas para o nosso povo,  nos aliamos aos institutos Butantan e Fiocruz” – ele acrescentou.

Ele, no entanto, fez questão de citar as diversas medidas geradas a partir da CT, como a aprovação de propostas para salvar empresas e manter os empregos. “Lutamos pelos mais vulneráveis, disputando no Orçamento melhores condições de recursos governamentais para auxiliar nossa gente” – acrescentou, enaltecendo ainda o PL 1343/2021, que permite ao Governo autorizar o uso dos laboratórios de saúde animal para produção de vacinas anticovid.  

Essas plantas industriais estão aptas a produzirem até 400 milhões de doses de imunizantes. Em operação, elas poderão, segundo ele, “enfrentar a instabilidade do nosso cronograma de vacinações e acabar com a dependência das importações de Insumos Farmacêuticos Ativos, os IFAs, e  também de vacinas, que chegam quase que a conta gotas”. 

A Comissão Temporária da Covid-19 foi instituída em fevereiro deste ano, após a aprovação de requerimento do senador Eduardo Braga (MDB-AM). Até o momento, esse colegiado promoveu 25 reuniões, em que foram ouvidas diversas autoridades federais, estaduais, distritais e municipais, além de cientistas e representantes da sociedade civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *