Professor indígena recebe notebook e destaca importância do investimento

Arlindo Rondon Kogapi, da Escola Estadual Indígena Kurâ Bakairi, afirma que computador vai impactar na qualidade de ensino

Os notebooks comprados pelos professores da rede estadual de ensino, com recursos do Governo de Mato Grosso, chegam também às aldeias indígenas. O professor Arlindo Rondon Kogapi, da Escola Estadual Indígena Kurâ Bakairi, da Etnia Bakairi, em Paranatinga (373 km ao sul da Capital) já está com seu equipamento e fazendo uso para preparar aulas. Arlindo é o primeiro a receber o equipamento na comunidade indígena.

“Um equipamento útil para o planejamento das aulas, pois serve para explicar as matérias, exercícios para as aulas online. Muito bom mesmo. Estou satisfeito porque a configuração é muito boa, um aparelho de última geração. Para os alunos indígenas Bakairi tenho certeza que vai melhorar o ensino e aprendizagem de formar remota”, comemora.

O professor indígena explica que o notebook é essencial para as aulas não presenciais porque consegue contato com os alunos que têm acesso à internet na aldeia deles.

Para as aulas online, Arlindo utiliza a plataforma Classroom. Os estudantes sem internet recebem material impresso.

Secretário de Estado de Educação, Alan Porto assinala que mesmo nas escolas indígenas sem acesso à internet o notebook é importante para os professores prepararem as aulas e armazenarem conteúdo, por exemplo. “Tudo que for beneficiar o professor é importante porque vai impactar na qualidade de ensino”, ressalta.

A assessora pedagógica Raquel Gonçalves dos Reis também acredita que os notebooks vão facilitar o trabalho dos professores e melhorar as aulas remotas em tempo de pandemia. “Os professores vão fazer o melhor uso possível do equipamento”, salienta.

A EE Indígena Kurâ Bakairi tem 105 alunos matriculados do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *