Projetos estabelecem normas para combate ao coronavírus

Higienização de equipamentos públicos e marcadores de distanciamento para proteger a população

Mato Grosso segue firme no enfrentamento da pandemia do coronavírus. Nos próximos dias, a Assembleia Legislativa deverá aprovar mais dois projetos para proteger a população. O projeto de lei 460/2020 dispõe sobre a obrigatoriedade de higienização de equipamentos e desinfecção dos logradouros públicos, seguindo padrões estabelecidos pelos órgãos competentes, a exemplo do uso de água clorificada e outros produtos.

Já o projeto 461/2020 obriga o uso de marcadores de distanciamento social em Mato Grosso, que deverão ser feitos com adesivos ou pinturas no chão, para chamar a atenção sobre a distância segura entre as pessoas que estiverem no mesmo ambiente. Esses marcadores devem ser colocados em uma distância de 1,5m entre um e outro em todos os espaços públicos e privados, que tenham aglomeração de pessoas.

De autoria do presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), os projetos visam proteger a população da contaminação da covid-19, doença que avassala o país com milhares de vítimas. Botelho tem sido incisivo nessa luta, somente na semana passada, o Plenário aprovou nove projetos dele voltados ao combate do coronavírus. “A covid-19 chegou ao Brasil e, em Mato Grosso, na Assembleia Legislativa fazemos esse enfrentamento com medidas enérgicas ao combate dessa doença”, assegura Botelho.

Sobre a higienização de equipamentos e logradouros públicos, a proposta determina prioridade nas regiões administrativas de maior concentração de pessoas, com regularidade. Bem como a marcação dos espaços para o distanciamento social, ação adotada em diversos países para conter a propagação do coronavírus. “Precisamos respeitar o distanciamento, usar máscara e obedecer as demais orientações da Organização Mundial da Saúde”, alerta o parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *