PSD oficializa Fávaro ao Senado com empresários na suplência

Em seu discurso, Fávaro ressaltou que o grupo formado pertence à nova forma de fazer política, sem amarras políticas e caciques

Foto: Thiago Bergamasco

No início da noite desta quinta-feira (12), o presidente do  Partido Social Democrático (PSD), Carlos Fávaro, oficializou sua candidatura ao Senado. Em convenção do PSD, também foram anunciados os empresários Margareth Buzetti (PP) e Fernando Bortolini (PSD) como primeiro e segundo suplentes, respectivamente. O evento lotou o auditório do Hotel Delmond e contou com representantes e autoridades de diversos municípios.

Em seu discurso, Fávaro pontuou que a chapa foi composta a fim de representar tudo o que o povo mato-grossense necessita no momento: pessoas jovens que retratam a mudança e têm vontade de trabalhar. Ainda, ressaltou a importância de se ter uma representante mulher em seu palanque.

“Trabalhamos muito nesse período para escolher uma chapa com a cara do povo brasileiro. Trabalhamos muito para escolher companheiros com vontade de fazer acontecer. Gente comum como eu, como você e como cada um de nós”, disse o candidato, na ocasião.

Fávaro destacou que a sua chapa com Buzetti e Bortolini é a união de seguimentos como o agronegócio, a indústria, o comércio e a construção. Com isso, ele se declarou candidato de todos os mato-grossenses, capaz de dialogar e gerar melhores oportunidades. “Montamos um grupo que não tem amarras políticas ou caciques. Representamos a nova forma de fazer política, que é através do trabalho”.

“Temos que mudar a vida de nossa gente. Não existe o salvador da pátria. Juntos nós vamos trazer mais recursos para Mato Grosso e consolidar o que o governador Mauro Mendes está fazendo concertando o Estado e melhorando a vida das pessoas”.

A empresária Margareth Buzetti anunciou que decidiu se unir à Fávaro devido aos interesses que eles têm em comum.

“É defender Mato Grosso, defender o Brasil, fazer as reformas que estão no Congresso paradas. Olhar como um todo para o Estado, que precisa de logística, transporte. Depois de muita conversa o PP chegou ao acordo de caminhar junto com Fávaro nessa primeira suplência. É um partido muito forte, muito homogêneo, muito unido e fará diferença eu tenho certeza”.

Fernando Bortolini, que também disputa seu primeiro cargo eletivo pelo PSD, pontuou que sua disposição, força de vontade de conhecimento sobre o interior do estado serão diferenciais durante o pleito eleitoral.

“Não temos preguiça. Vamos para cima e pode ter certeza no que depender da gente, de empenho e coragem nós não vamos medir esforços. Vamos chegar juntos nos quatro cantos de Mato Grosso. A campanha é curta, temos aí praticamente 40 e poucos dias, mas vamos contar com o apoio de todas as lideranças, prefeitos, vamos chegar juntos”.

Já o deputado federal Neri Geller, representante do Progressistas, pontuou que o partido decidiu compor a chapa por acreditar que Fávaro tem uma história de construção e prestação de serviço pelo Estado, além de ter uma família com pessoas honradas e de bem.  

“Nós estamos aqui de maneira bem humilde, nós queremos ajudar. Contem comigo, vamos contribuir com um grande quadro que é a Margareth Buzetti. Com certeza contribuir com a sua campanha vai ser contribuir com o Estado de Mato Grosso. Precisamos demais de um senador jovem e junto com toda a bancada que hoje está mais uma vez sendo liderada por mim”, finalizou.

Estiveram presentes ainda na convenção do PSD os prefeitos Arnóbio de Andrade (Marcelândia),  Egon Hoepers (Santa Rita do Trivelato), Zema (Nortelândia), Noboru Tomiyoshi (Colíder), Luiz Binotti (Lucas do Rio Verde), o deputado estadual Paulo Araújo, Geraldo Macedo e José Lacerda que compuseram a 1ª e 2ª suplência respetivamente na eleição de 2018 da chapa do Fávaro, além de diversos vereadores e lideranças de diversas regiões de Mato Grosso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *