Rotam prende quadrilha e desmonta central de falsificação em Cuiabá

Quatro pessoas foram presas em um condomínio no bairro Recanto dos Pássaros. A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939

Policiais do Batalhão Rotam prenderam quatro pessoas na tarde quinta – feira (13) com 38 cédulas de identidade, 49 holerites, 19 fotos para documentos, 53 comprovantes de endereço e R$ 1.750,00. A ação ocorreu em um condomínio no bairro Recanto dos Pássaros, em Cuiabá.

Por volta das 16h, a Rotam recebeu uma denúncia via 190 de que um morador do condomínio estaria fazendo uso e comercialização de entorpecentes no local. Os policiais foram ao residencial e encontraram um dos suspeitos que se apresentou como proprietário do imóvel denunciado. O homem contou que estava apenas fazendo uso de maconha e autorizou os policiais a entrarem em sua casa.

Na casa, os policiais se depararam com uma edícula onde havia mais três homens sentados ao redor de uma mesa repleta de documentos. Os suspeitos se assustaram com a polícia e um deles já foi se deitando no chão; se entregando.

Os policiais fizeram a abordagem pessoal e checaram toda a documentação que estava sendo confeccionada pela quadrilha. A Polícia encontrou dentre as cédulas de identidade (RG), um documento de um dos suspeitos com a foto dele, mas com nome de outra pessoa.

Na ação, a Rotam apreendeu diversos comprovantes, cédulas de identidade, comprovantes em nome de pessoas diversas, um caderno com anotações de telefones, nomes e endereços diferentes, contas e 15 fotos 3×4 de várias pessoas.

Com o proprietário da residência a Polícia apreendeu a quantia de mais de R$ 900 em dinheiro. Os quatro homens com idades de 45, 21 e 31 anos foram presos em flagrante por estelionato, uso de documento falso, formação de quadrilha e uso de droga ilícita. Todos foram encaminhados à delegacia.

Durante a averiguação dos suspeitos na Central de Flagrantes, a Rotam encontrou com um dos suspeitos a quantia de R$ 850, dinheiro escondido em suas partes íntimas. Todo o material e dinheiro foram entregues à Polícia Judiciária Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *