Tio é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha de 12 anos

O crime ocorreu na cidade de Novo Mundo, no início do mês de maio

Policiais da Delegacia de Guarantã do Norte cumpriram na tarde de sexta-feira (03.06) um mandado de prisão contra um homem de 38 anos investigado por abusar sexualmente da própria sobrinha, na madrugada de 08 de maio. A vítima tem 12 anos de idade e o crime ocorreu na cidade de Novo Mundo, próxima a Guarantã do Norte.

Conforme o relato da adolescente, ela estava na companhia do namorado, na casa da avó, quando o suspeito chegou ao local acompanhado de outros parentes, mandou o menino embora e depois se retirou, fazendo insinuações e dizendo que voltaria mais tarde. A menina foi dormir e, pouco tempo depois, foi acordada pelo tio, que a levou para os fundos da casa e forçou o ato sexual.

No dia seguinte, a menor informou a mãe sobre o ocorrido, que reuniu a família para esclarecer a situação, circunstância que colocou a adolescente em situação sensível, pois os familiares não acreditaram no relato da vítima.

O delegado de Guarantã do Norte, Lucas Lelis, orienta que, em situações como essa, o caminho correto a ser adotado pelos responsáveis pela criança ou adolescente é o acolhimento e o encaminhamento dos fatos às autoridades. “É importante a atuação dos Conselhos Tutelares e da Polícia Civil para o acolhimento da vítima e a apuração dos fatos”, explicou.

O suspeito está temporariamente preso por 30 dias, prazo necessário para a finalização da investigação. A prisão, se necessária, pode evoluir para a conversão em preventiva, quando não há tempo determinado para o término.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.