Toninho de Souza retoma cadeira e Comissão de Ética na Câmara de Cuiabá

O vereador reassume mantendo a linha de atuação nas áreas da Saúde, Educação e Agricultura Familiar, principalmente

Após 42 dias licenciado para ocupar uma cadeira de deputado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o vereador Toninho de Souza (PSD) retomou, nesta terça-feira (04), às 09h, a sua cadeira na Câmara de Cuiabá. O parlamentar também reassumiu o seu posto como presidente da Comissão de Ética da Casa de Leis. Para o vereador, a rotina será a mesma fazendo gestões para a saúde, educação e agricultura familiar, principalmente. “São muitas as demandas e já comecei o dia ouvindo a comunidade entre os bairros Morada do Ouro II e o Tancredo Neves”, contou.

Enquanto deputado estadual, Toninho de Souza ocupou a vaga aberta com a licença do deputado Eduardo Botelho (DEM) para tratar de assuntos pessoais. Em pouco mais de um mês, ele apresentou 10 proposições, sendo quatro projetos de lei, quatro requerimentos de audiências públicas e duas indicações ao Governo do Estado. “Levei para a Assembleia a minha experiência de três mandatos como vereador de Cuiabá. A rotina legislativa é um pouco semelhante e as necessidades da sociedade também são as mesmas, apenas ampliando a sua área geográfica”, disse, ao avaliar o período em que ficou deputado.

Uma das bandeiras que o vereador retoma com ênfase é a defesa à saúde. Desde 04 de fevereiro, quando lançou o Movimento Santa Casa de Portas Abertas, ele tem atuado na defesa da Santa Casa de Cuiabá. A prioridade será cobrar o repasse de recursos comprometido pela Prefeitura, que ainda não ocorreu e dificultou o pagamento dos salários dos funcionários do hospital. Toninho lembra que a Santa Casa é estratégica, pois atenderá 100% pelo SUS com especialidades médicas e cirúrgicas. “Essa novela Santa Casa tem que terminar. Os funcionários precisam receber e o atendimento tem que ser retomado”, finalizou.

Projetos apresentados

Na Assembleia Legislativa Toninho apresentou o PL que dispõe sobre a obrigatoriedade de ensino das disciplinas de História, Geografia e Literatura de Mato Grosso na Rede Estadual de Ensino. Também o projeto que dispõem sobre autorização de realização de atividades do Serviço Voluntário da Capelania Escolar na Rede Estadual de Ensino e, outro, que cria a Patrulha Rural da Polícia Militar na zona rural dos municípios. O quatro PL proíbe a proibição de produção, fornecimento e distribuição de canudos plásticos produzidos com materiais não-biodegradáveis no âmbito estadual.

Além disso, teve aprovados requerimentos para a realização de quatro audiência públicas. A primeira aconteceu no dia 31 de maio, quando discutiu a questão habitacional na Grande Cuiabá. As demais objetivam discutir questões relacionadas a agricultura familiar, a Tarifa Social de Energia Elétrica e a Crescente Violência na Zona Rural dos Municípios de Mato Grosso. “São as nossas principais bandeiras de luta enquanto parlamentar e as retomo com força total na Câmara de Vereadores de Cuiabá”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *