Transpantaneira vai receber obras de infraestrutura

Rodovia é o principal acesso ao pantanal de Mato Grosso. Pontes de madeira serão substituídas

A rodovia Transpantaneira, principal acesso ao pantanal de Mato Grosso, deve receber seis novas pontes de concreto em substituição às que foram destruídas durante os incêndios que devastaram o bioma durante a seca deste ano. Além dessas, outras 28 pontes de madeira serão substituídas por bueiros tubulares de concreto. A informação foi repassada ao senador Wellington Fagundes (PL-MT) pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, durante audiência realizada nesta segunda-feira (30.11). A intenção, segundo o governador, é garantir a boa trafegabilidade da rodovia durante todo o ano.

Durante visita realizada ao pantanal na semana passada, o senador diz ter confirmado a necessidade dessas obras, já que muitas pontes foram totalmente destruídas pelas chamas, enquanto outras estão em mal estado de conservação.Ele reforçou a necessidade de o Estado atenderá a população pantaneira, duramente atingida pelos incêndios florestais. 

“Estamos falando de estruturas que são a única alternativa de acesso para quem mora na região”, disse, ao destacar que estruturas permanentes deverão aliviar a situação para o próximo período de seca, cuja previsão aponta para mais queimadas.

Presidente da Comissão Temporária Externa criada para acompanhar a situação do pantanal em decorrência dos incêndios, o senador Wellington Fagundes também conversou com o governador sobre a necessidade de manutenção permanente de toda a Transpantaneira, além de melhorar a estrutura do Posto de Atendimento Emergencial de Animais Silvestres (Paeas) instalado no km 17 da rodovia e que realizou o resgate e tratamento de pelo menos 207 animais atingidos pelo fogo.

“Outro trabalho que requer a parceria do governo do Estado é a instalação de poços artesianos”, diz o senador. A prospecção está sendo realizada por equipes técnicas da Associação Mato-grossense dos Municípios. Os poços servirão para garantir o abastecimentos de viaturas do Corpo de Bombeiros e caminhões-pipa durante incêndios. “Como a previsão é de mais quatro a cinco anos de seca extrema, esses poços serão fundamentais no caso de novos incêndios”, avalia.

Estrada Verde

Além das ações imediatas para o pantanal de Mato Grosso, o senador também conversou com o governador sobre a conclusão da pavimentação da MT-040, chamada de “Estrada Verde”, que vai ligar Cuiabá a Santo Antônio de Leverger, Mimoso, Fátima de São Lourenço (distrito de Juscimeira) e Rondonópolis. 

A rodovia será uma alternativa para a BR-163/364 e ligar a capital a cidades do Sudeste de Mato Grosso. Segundo o governador, a rodovia deve ser inaugurada provavelmente em 05 de maio do ano que vem em homenagem ao marechal Cândido Rondon, que nasceu em Mimoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *