TRANSPORTE PÚBLICO: Botelho defende consenso durante debate sobre melhor modal para Cuiabá

Audiência pública reuniu sociedade organizada para discutir troca do VLT para BRT

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso – ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), voltou a defender o consenso com fundamentos técnicos à escolha do melhor modal para Cuiabá e Várzea Grande. Botelho participou da audiência pública, nesta quinta-feira (04.02), requerida pelo deputado Valdir Barranco (PT), na ALMT. Na pauta, a troca do Veículo Leve sobre Trilhos – VLT pelo Bus Rapid Transit – BRT.

“É importante que aqueles que defendem o BRT e os que defendem o VLT apresentem as posições técnicas para irmos ao debate sobre o que é melhor para atender a população de Cuiabá e Várzea Grande”, disse Botelho.

O debate visa à participação popular antes da troca para o ônibus de trânsito rápido.  Na oportunidade, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), relatou a época que acompanhou obras da Copa de 2014 e pediu apoio de Botelho à realização de votação popular sobre essa mudança do modal através de plebiscito. “Vamos poder democratizar a escolha, deixar o povo decidir. Vamos defender a campanha Plebiscito já!”, afirmou Pinheiro.

.

Para Botelho, é preciso união para otimizar o tempo e resolver a questão o quanto antes. “Temos que trabalhar para que saia o mais rápido possível. Temos que unir esforços para realizar o que for melhor para todos”, destacou o presidente, ao acrescentar que estudos técnicos apresentados pelo governo apontou que o modelo BRT seja o mais viável.

“Estamos acreditando que esse estudo seja sério, pois teve envolvimento de especialistas, sem a interferência, e que a ALMT vai continuar abrindo as portas para o debate”, concluiu.

O deputado Valdir Barranco conduziu a audiência que promoveu a participação de diversas autoridades e defendeu a decisão democrática, ao agradecer o empenho de todos e reiterou que vai aguardar o convite da Câmara de Vereadores da capital para dar continuidade ao assunto em conjunto com os vereadores de Várzea Grande.

“Todos os vereadores de Cuiabá e Várzea Grande conhecem cada canto e alcançam cada morador dos dois municípios, é por isso que a decisão tem de passar pelo povo. Essa não é uma decisão do Governador, e sim uma decisão do povo. Deixo aqui o encaminhamento do pedido do deputado federal Emanuelzinho, reiterada pelo prefeito Emanuel, em relação à realização do plebiscito para que a população de Cuiabá e Várzea Grande decida sobre o modal VLT ou BRT”, disse Valdir Barranco.

COMPARTILHE ESSA MATÉRIA:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *