Walter fecha o gol e Corinthians segura o 0 a 0 contra o Cruzeiro

Com grande atuação do goleiro Walter, o Corinthians, repleto de desfalques e atrapalhado até por lesões durante o jogo, conseguiu segurar um empate sem gols contra o Cruzeiro na noite deste domingo, no estádio do Mineirão. Os paulistas agora somam 12 pontos na tabela de classificação do torneio, na nona colocação, enquanto a Raposa fica com oito, na 14ª posição.

Os dois times fecham os seus primeiros semestres na quarta-feira. Os comandados de Fábio Carille terão pela frente o clássico com o Santos, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, enquanto Mano Menezes e seu elenco visitam o Fortaleza, às 21h (de Brasília), no Castelão.

Corinthians fica com a bola, mas pouco faz

O Alvinegro do Parque São Jorge foi a campo com uma formação semelhante à utilizada contra o Flamengo, na terça-feira, com as reposições pontuais no gol, na lateral e na zaga, além de um centroavante mais fixo (Gustagol) em vez de Vagner Love, poupado. O resultado foi uma boa posse de bola dos visitantes, mas uma dificuldade grande de arrumar espaço para finalizar.

A situação ficou ainda mais complicada quando Michel sentiu lesão na coxa direita e deixou o campo para Bruno Méndez ser improvisado na lateral direita. A Raposa percebeu a dificuldade de um Corinthians todo remendado e adiantou sua marcação, chegando com perigo em chutes de Thiago Neves e Pedro Rocha. Uma boa cabeçada de Henrique fez Walter trabalhar, com segurança.

O Timão chegou a ameaçar em cruzamento de Avelar para Gustagol, mas Fábio defendeu bem. Os minutos finais transcorreram sem que ninguém tentasse imprimir um ritmo mais forte. A chance mais perigosa foi uma cabeçada fraca de Sassá, na segunda trave, mas o desvio só serviu para Walter agarrar a bola outra vez.

Walter segura o 0 a 0

A etapa final começou com os mesmos times, mas finalizações bem mais precisas. Logo de cara, o Cruzeiro poderia ter aberto o placar em cabeçada forte de Dedé, no chão, defendia com maestria por Walter. A resposta corintiana veio na mesma moeda: Jadson bateu falta da intermediária e Danilo Avelar testou para boa intervenção de Fábio pelo lado cruzeirense.

Mano Menezes resolveu mandar o time com força para frente, trocando Pedro Rocha e Sassá por David e Raniel. O time da casa, então, iniciou uma pressão com bolas erguidas na área em diversas oportunidades. Dedé, soberano, ganhou mais duas, mas seguiu parando em Walter. Dodô, depois de jogada confusa, chutou cruzado carimbando a trave corintiana.

Carille optou por Everaldo e Richard para uma última tentativa e quase conseguiu sair com três pontos em um voleio de Gustagol, que passou rente à trave de Fábio. Os donos da casa ainda tentaram mais bolas na área na parte final, mas o placar seguiu sem mudanças.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 0 CORINTHIANS

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 08 de junho de 2019 (Sábado)
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Silbert Faria Sisquim (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
VAR: Rodrigo de Miranda
Cartões amarelos: Robinho (Cruzeiro); Marllon (Corinthians)

CRUZEIRO: Fábio, Lucas Romero, Léo, Dedé e Dodô; Henrique e Ariel Cabral (Jadson); Robinho, Thiago Neves e Pedro Rocha (David); Sassá (Raniel)

Técnico: Mano MenezesCORINTHIANS: Walter; Michel Macedo (Bruno Méndez), Marllon, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Júnior Urso; (Richard) Jadson, Sornoza (Everaldo) e Clayson; Gustagol
Técnico: Fábio Carille

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *